Hospital São Sebastião assinala 20 anos com Prémio Nobel da Medicina

Hospital São Sebastião assinala 20 anos com Prémio Nobel da Medicina

https://donline.pt/2018/11/24/hospital-sao-sebastiao-assinala-20-anos-com-premio-nobel-da-medicina/

 

No próximo ano, assinalam-se 20 anos desde que o Hospital de São Sebastião, em Santa Maria da Feira, abriu as suas portas e começou a receber os primeiros doentes. A 4 de janeiro de 1999 entrou em funcionamento com um estatuto jurídico inovador, um modelo de gestão próprio, sendo a primeira experiência de gestão empresarial no conjunto dos hospitais do Serviço Nacional de Saúde.

Para assinalar os 20 anos, o conselho de administração do Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV), considera importante celebrar a data e está a preparar uma grande conferência para 31 de janeiro de 2019. A conferência “The Future of Healthcare” pretende promover a discussão e o debate sobre a humanização na prestação de cuidados de saúde, intercalando painéis de análise e discussão com convidados de relevo nacionais e internacionais, com workshops formativos sobre temas atuais no contexto organizacional. As neurociências ocupam um lugar de destaque nesta iniciativa com conversas sobre o caminho a seguir e quais as decisões a tomar.

Eric Kandel, considerado o neurocientista mais influente do século XX, que em 2000 recebeu o Prémio Nobel da Medicina, será o orador principal. O programa da conferência permite criar uma dinâmica de partilha por todos aqueles que se interessam pelo futuro da saúde em Portugal, promovendo o conhecimento e a ciência.

“Mais do que a abertura de um hospital, o início da actividade do São Sebastião marcou o início de uma era de aplicação dos princípios de gestão empresarial nos hospitais públicos do SNS, iniciando-se assim um caminho que foi aprofundado desde então com grande sucesso. Pretendemos que esta iniciativa seja marcante pela qualidade dos intervenientes e pela pertinência e actualidade dos temas a abordar”, refere Miguel Paiva, presidente do Conselho de Administração do CHEDV. “Numa altura em que o SNS celebra os seus 40 anos, pensar sobre o futuro da saúde passa também por uma reflexão do seu actual modelo, sendo fundamental equilibrar a evolução tecnológica com o desenvolvimento pessoal e profissional dos seus colaboradores”, acrescenta.